Mesmo longe do ideal no Canadá, Kimi comemora novo pacote da Ferrari

Ainda que em décimo em corrida ruim em Montreal, Räikkönen volta à Europa com esperanças renovadas

Desapontado após o GP do Canadá, Kimi Räikkönen prefere depositar suas esperanças nas próximas provas do mundial de Fórmula 1. Com 18 pontos após mais de um terço de mundial, Kimi se disse resignado com a má performance no Canadá. Segundo o finlandês, já era algo esperado antes do último final de semana.

"Sabíamos que não seria uma corrida fácil, porque nesta pista não fomos rápidos o suficiente nas retas e tivemos alguns problemas nas curvas lentas", comentou Kimi.

"Além disso, eu nunca tive pista limpa à minha frente, por uma razão ou outra eu estava sempre preso atrás de outros carros. Por muitas voltas fiquei preso atrás de Daniil Kvyat da Toro Rosso, e isso me custou tempo precioso no começo. Eu tive alguns problemas com os freios também, e a dirigibilidade do meu carro não foi consistente. Então, depois de algumas voltas, os pneus se comportaram melhor, mas ainda com altos e baixos.”

Ainda assim, Kimi vê melhores provas à frente. "Mas, mesmo que, de momento nada pareça estar dando certo para nós, o novo pacote de desenvolvimento nos deu mais potencial. Agora devemos apenas tentar e encontrar mais consistência."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias