Mesmo sem treinar, Nasr não crê que terá desvantagem em largadas

Piloto da Sauber - que não tem simulador em sua fábrica em Hinwill – crê que apenas sessões livres em Spa sejam suficientes

A partir do GP da Bélgica a F1 entra em uma nova fase na temporada 2015. As regulagens de embreagem, ditas pelos engenheiros aos pilotos antes de cada largada, estão proibidas. No lugar da equipe nos boxes, o piloto terá parte fundamental no ato de largar bem a partir deste GP.

As equipes que têm simuladores em suas fábricas terão vantagem para os pilotos, que vão poder treinar de fato e chegar à Spa-Francorchamps com mais segurança nos procedimentos. No entanto, para outras equipes sem simulador, como a Sauber de Felipe Nasr, o trabalho decisivo será feito na pista.

"A falta de um simulador é um fator a ser considerado com certeza, e a equipe está ciente disso. Por isso que estamos tentando pensar em algo para o próximo ano", disse Nasr à Autosport.

"Um simulador só é positivo para um piloto. Ele define sua mente para um fim de semana, para preparar suas técnicas, traçados e frenagens. Há muita coisa que você pode praticar antes de um fim de semana de corrida no simulador. Sem isso, obviamente, demora um pouco mais para aprender uma nova pista.”

"Com essa limitação, nós temos diferentes maneiras de treinar, com material de visualização e assistindo vídeos para tentar repetir as mesmas coisas. Mas com os treinos livres isso não nos prejudica muito. Mas ainda acho que um simulador seja a melhor maneira de compensar a perda de tempo de pista. E agora teremos essas novas regras de embreagem em Spa - que é algo que você pode tentar no simulador.”

"Nós já tentamos alguns procedimentos na Hungria. Tivemos de construir algumas referências. Vai ser difícil ter um início perfeito, sem todas as informações. Mas depois vai ser o mesmo para todos.”

"Mas em um momento como este que eu adoraria ter um simulador, para tentar essas coisas."

Novo diretor técnico que se juntou à Sauber no mês passado, Mark Smith confirmou que a equipe provavelmente fará um acordo em um futuro próximo para o uso de um simulador.

"Um simulador está na nossa lista de desejos, mas temos de ser realistas", falou Smith.

"Muito do design, desenvolvimento e análise acontece no mundo virtual, e um simulador para os pilotos é a maneira ideal de combinar as coisas e de treinar a realidade. Então, sim, nós gostaríamos de um.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Nasr
Equipes Sauber
Tipo de artigo Últimas notícias