Metade do grid não vai terminar o primeiro GP, defende Horner

Chefe da Red Bull acredita que problemas de confiabilidade serão a marca do início da temporada 2014

O chefe da Red Bull, Christian Horner, acredita que a primeira corrida da temporada da Fórmula 1, na Austrália, será um festival de quebras. A etapa marca a estreia dos novos motores turbo V6. O limite de 100kg de combustível por corrida e a necessidade maior de refrigeração dos novos equipamentos são outros desafios enfrentados pelas equipes com o regulamento de 2014.

“Acho que poderemos ver uma taxa de abandonos grande, talvez de 50% na primeira corrida”, afirmou o inglês à Bloomberg. “O combustível será um desafio porque estamos limitados a 100kg para começar a corrida, mas acho que o fator chave serão os problemas de confiabilidade. E só temos cinco motores ao longo do ano.”

Horner também acredita que as diferenças entre as equipes serão maiores do que atualmente. “Sempre que as regras são mudadas, as equipes que têm maior investimento, mais recursos e estrutura, sempre aparecem com um produto mais avançado”, defende o chefe dos atuais tetracampeões da Fórmula 1.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias