Montezemolo apresenta duas razões e confirma saída de Alonso da Ferrari

Ex-presidente da Ferrari anunciou a saída do espanhol da equipe italiana ao final da atual temporada

Montezemolo confirmou a saída de Alonso da Ferrari
Fernando Alonso procurou adiar ao máximo o futuro na Fórmula 1. Nesta quarta-feira, contudo, o espanhol acabou ‘atropelado’ por um ex-companheiro de Ferrari. O antigo presidente ferrarista, Luca di Montezemolo, admitiu a saída do bicampeão mundial de Maranello ao final da atual temporada da categoria máxima do automobilismo.
 
[publicidade] Em entrevista concedida à ‘Rai 1’, Montezemolo apresentou dois motivos para anunciar a saída de Alonso, rumor que cresceu ainda mais depois da iminente chegada de Sebastian Vettel, que deixará a Red Bull ao final do atual campeonato da Fórmula 1.
 
“Fernando se vai por duas razões. Primeiro, porque quer testar outro ambiente, e segundo porque tem uma idade na qual não pode esperar mais para ganhar outra vez", disse o antigo dirigente máximo da Ferrari sobre o espanhol de 33 anos.
 
Duas vezes campeão mundial de Fórmula 1 (2005 e 2006, ambas pela Renault), Alonso desembarcou na Ferrari em 2010 para retomar ao topo da categoria máxima do automobilismo. Entretanto, os resultados passaram longe do esperado nestes últimos cinco anos.
 
“Alonso está decepcionado porque não ganhou nestes anos e agora quer novos estímulos, novos objetivos", completou Montezemolo, derrubando qualquer ‘mistério’ externado pelo piloto espanhol.
 
Em cinco anos foram dois vices, período no qual Sebastian Vettel, provável substituto de Alonso na Ferrari, se consagrou com quatro títulos mundiais. Agora longe de Maranello, o espanhol deve anunciar nas próximas semanas a ida para a McLaren.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias