Montezemolo comenta 23 anos da morte de Ferrari

Fundador da tradicional montadora italiana perdeu a vida aos 90 anos, em 1988, deixando um legado inestimável ao automobilismo

Enzo Ferrari

Há 23 anos, o mundo do automobilismo perdia um de seus principais personagens: Enzo Ferrari.

Batizado Enzo Anselmo Ferrari, criador da marca mais famosa do mundo do esporte perdeu a vida aos 90 anos em 1988, dias antes de Gerhard Berger e Michele Alboreto somarem a dobradinha no GP da Itália do mesmo ano, que foi dominado pela McLaren.
 
"O exemplo do fundador está sempre presente e, em um aniversário triste como este, é importante reviver sua memória, especialmente para a nova geração", disse Luca di Montezemolo, atual presidente da Ferrari.
 
"Ele era um homem que sabia olhar para o futuro, mesmo em uma época que nosso país estava atravessando uma crise dramática, perseguindo seus objetivos com uma determinação incrível", destaca.
 
"Seu sonho virou realidade que hoje representa uma entidade industrial respeitada e admirada em todo o mundo. Estou certo que, lá de cima, ele está feliz em ver que a Ferrari continua produzindo os carros mais inovadores e que ainda estamos no topo do automobilismo, alimentando os sonhos dos milhões de fãs da marca, onde quer que estejam."

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias