Montezemolo dá as caras em Monza para negar saída da Ferrari

Presidente da Scuderia há 23 anos diz que permanece pelo menos até 2017 no comando da empresa

A Ferrari tem sido mais protagonista fora do que dentro das pistas no GP da Itália. Enquanto via seus pilotos se classificarem em sétimo e 11º lugares na corrida caseira da equipe, o presidente da Scuderia, Luca di Montezemolo, negava os rumores de que estaria de saída da equipe – e avisou que está pronto para seguir no comando pelo menos até 2017.

[publicidade] “Vi os rumores nos últimos dias e achei excessivo. Estou aqui para trabalhar. Hoje, amanhã, nos próximos meses”, afirmou o italiano em Monza. “Em março eu disse aos acionistas e especialmente ao pessoal da Ferrari, de quem eu sou muito próximo, que ficaria no time por mais três anos. E se houver qualquer novidade, eu seria o primeiro a dizer.”

Os rumores apontavam que Montezemolo se afastaria da Ferrari para focar em sua companhia de trens, a Italo, e na companhia aérea Alitalia. “Alitalia? Espero pegar um avião amanhã à tarde”, ironizou.

Montezemolo, que tem 67 anos, chegou na Ferrari em 1973 como assistente de Enzo Ferrari e está na presidência da empresa há 23 anos. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias