Montezemolo revela problemas da Ferrari com túnel de vento

Dados gerados pelo equipamento não estariam sendo confirmados na pista. Equipe decidiu fechar o equipamento

O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que a equipe planeja fechar seu túnel de vento a fim de verificar se os dados que ele vem apresentando estão corretos.

A afirmação vem depois que melhorias colocadas no carro no GP de Cingapura não funcionaram como o esperado. A Ferrari teve problema semelhante no início da temporada 2011, quando fez mudanças em seu equipamento após verificar que a correlação entre os dados do túnel de vento e de pista não batiam. “O grande problema é que, às vezes, os dados se confirmam e isso causa ainda mais confusão”, afirmou Montezemolo à Gazzetta dello Sport. “Domenicali concluiu que é melhor fechar o túnel de vento por um tempo e fazer nossos testes em outro lugar, para que possamos verificar e recalibrar tudo. Vai demorar”.

Ano passado, inclusive, o time de Maranello chegou a usar as instalações da antiga equipe Toyota para desenvolver seu carro. “Não sei se isso vai acontecer em dezembro ou janeiro, ele quem decide: coloco toda fé em Domenicali”

O presidente aproveitou para pressionar sua equipe a melhorar o carro deste ano para permitir que Fernando Alonso, atual líder do Mundial, lute pelo título nas seis etapas finais. O espanhol tem 29 pontos de vantagem em relação a Sebastian Vettel. “Precisamos melhorar o carro, é fundamental. Precisamos nos certificar de que as coisas testadas na fábrica possam ser confirmadas na pista.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias