"Muitos pontos escaparam", reconhece Whitmarsh, da McLaren

Mesmo com vitórias nas últimas duas provas mostrando que o carro está rápido, dirigente lamenta chances perdidas

O chefe da McLaren, Martin Whitmarsh, reconheceu que, apesar das sete vitórias na temporada e de ter sido a equipe com o maior número de poles, a McLaren não pode se dar como satisfeita com o campeonato de 2012.

“Não foi como queríamos terminar, mas acho que tivemos um carro competitivo na parte final da temporada. Isso significa que temos de nos certificar que podemos seguir assim no início do ano que vem. Acho que tivemos um carro rápido por muito tempo neste ano, mas temos de nos certificar em realmente ganhar os pontos quando for possível”.

Para o dirigente, o lado positivo é que o carro se mostrou competitivo e o regulamento só sofrerá alguns ajustes para o ano que vem. “Muitos pontos escaparam por nossos dedos neste ano, o que é frustrante, mas saímos com ótimas sete vitórias. Muitas equipes ficariam felizes com isso – o que não é nosso caso. Mas acho que temos uma boa base para ano que vem devido à estabilidade das regras”.

Whitmarsh ainda reconheceu que a briga entre Button e Hamilton pela ponta do GP do Brasil lhe deu alguns cabelos brancos a mais, mas a postura da equipe é nunca interferir. “Eles tiveram uma grande briga, que me deu alguns fios brancos a mais, mas você tem de confiar neles e eu confio. Às vezes é uma distração, mas no geral esse tipo de dinâmica é saudável no time e essa é a maneira como corremos, então temos de assistir a esses momentos desconfortáveis”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias