Na briga para ver quem escapa da rabeira, deu Virgin

Na hora da verdade, D'Ambrosio e Glock ficam à frente das Hispania depois de serem superados nos treinos livres

D'Ambrosio superou Glock na classificação de hoje

O sábado da Virgin foi bem mais tranquilo que a sexta-feira, quando Timo Glock perdeu muito tempo com problemas mecânicos. O resultado foi visto na pista, com o alemão e o companheiro, Jerome d'Ambrosio, facilmente superando as Hispania.

A diferença entre Vitantonio Liuzzi, a melhor Hispania, e Glock ficou em cerca de cinco décimos, colocando por terra a esperança do time em superar seus rivais mais próximos já no terceiro GP do ano. O indiano Narain Karthikeyan amargou a última colocação.

O destaque, no entanto, ficou com d'Ambrosio, que ficou mais de meio segundo à frente do companheiro de Virgin.

“Estou muito feliz. O que tiro de hoje é que continuo a melhora, ainda que tenha muito a aprender. Estou na direção certa”, afirmou o estreante, por meio da assessoria de imprensa da equipe.

Glock lamentou a abordagem conservativa em relação à classificação e disse ter sofrido com problemas de aquecimento de pneus. Liuzzi também afirmou que teve problemas.

“O carro teve uma reação estranha com o segundo jogo de pneus. Diminuímos a distância em relação os Virgin, o que é nosso objetivo e, considerando que não usamos todos os nossos upgrades, foi uma classificação positiva.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Narain Karthikeyan , Vitantonio Liuzzi , Timo Glock
Tipo de artigo Últimas notícias