Na frente de Alonso, Raikkonen mostra frustração com Ferrari

Sexto, finlandês diz que preferiria lutar pela ponta do que bater companheiro; piloto da casa é só sétimo

Julgando pelos treinos livres para o GP da Espanha, a Ferrari parecia capaz de andar perto da Red Bull, mas a classificação foi outra história, com Kimi Raikkonen e Fernando Alonso na sexta e sétima colocações.

Após o treino, nem o finlandês, que superou o companheiro pela segunda vez em cinco etapas, ficou satisfeito com o resultado.

[publicidade]“Olhando o todo, ficar à frente do meu companheiro não importa”, disse o campeão de 2007, ouvido pelo TotalRace em Barcelona. “O que eu quero é estar lutando pelas primeiras posições. É claro que é legal estar na frente do outro cara, mas largar em sexto ou sétimo não faz muita diferença.”

[Alonso, que foi mais lento que Raikkonen por toda a classificação depois de ser a Ferrari mais rápida nos treinos, disse que o resultado ruim não é uma surpresa.

“Eles fizeram um trabalho melhor que o nosso”, reconheceu. “Na sexta-feira e no treino livre da manhã, andamos definitivamente com menos gasolina do que nossos rivais e conseguimos andar mais à frente, mas na classificação e na corrida não vai ser assim. Não é uma surpresa para nós, sabíamos que seria duro.”

Vencedor do ano passado após largar em quinto, o espanhol sequer acredita que pode chegar ao pódio na corrida.

“Não acredito. Se estivéssemos em posição de lutar pelo pódio, estaríamos na segunda fila ou a décimos da Red Bull. Infelizmente, estamos no grupo de Williams, McLaren e Force India. Talvez tenhamos perdido alguns décimos em relação à última prova.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias