Na pole, Rosberg torce por erro de rival e pede ajuda da Williams

Alemão não esconde a torcida para que "algo aconteça" com Lewis Hamilton para impedir segundo lugar do inglês

A parte dele, pelo menos no primeiro round, está feira. Nico Rosberg vai largar na pole no GP de Abu Dhabi, mas nem mesmo se continuar em primeiro na bandeirada poderá comemorar o título. Dependendo que algo impeça que o companheiro e líder do mundial, Lewis Hamilton, termine em segundo, posição que ocupa no grid, o alemão espera um erro do inglês – ou uma mãozinha das Williams, que largam em terceiro e quarto lugares.

LEIA MAIS:  

[publicidade] “Um erro seria uma oportunidade, mas temos de ver o que vai acontecer. Preciso adotar um ritmo muito forte e esperar que ele cometa algum outro erro ou que outra coisa aconteça. Ou também pode ter uma Williams ultrapassando-o na largada e aqui é muito difícil passar, especialmente a Williams, que é muito rápida na reta.”

Falando sobre a classificação, o alemão reconheceu que a sessão começou difícil, com Hamilton à frente, mas comemorou a recuperação no momento certo para marcar a 11ª pole da temporada.

“Foi um dia difícil, não comecei bem a classificação, mas depois encontrei meu ritmo e dei duas voltas das quais gostei. Senti-me bem dentro do carro e estou feliz em largar na frente amanhã. Não celebrei muito no rádio porque a pole conta pouco: neste final de semana, todo o foco está em ganhar o mundial.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias