"Não espero milagres", afirma presidente da Ferrari

Time italiano liderou primeiros testes de pré-temporada, mas Marchionne mantém os pés no chão

Mesmo depois que Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel lideraram três dos quatro primeiros dias de testes da pré-temporada da Fórmula 1, o presidente da Ferrari, Sergio Marchionne mantém os pés no chão.

[publicidade] Lembrando que a Ferrari foi apenas quarta colocada no mundial do ano passado e não venceu nenhuma prova pela primeira vez desde 1993, em uma temporada totalmente dominada pelas Mercedes, o italiano disse não esperar milagres, apesar de confiar no trabalho de seu time.

“Fiquei encorajado com a performance do carro novo, ainda que seja diferente fazer uma volta rápida e fazer toda uma corrida de maneira veloz”, disse Marchionne. “Tenho muita confiança no trabalho dos meninos. Estou orgulhoso de seu trabalho”, salientou.

“Agora veremos quando o campeonato começar na Austrália [dia 15 de março]. Não espero nenhum milagre, mas é importante ver progresso. No teste de Barcelona espero a prova definitiva do que fizemos até agora”, afirmou, referindo-se aos treinos que começam dia 19 de fevereiro.

Marchionne é uma das caras novas no comando da Ferrari, tendo substituído Luca di Montezemolo em setembro do ano passado. A equipe também tem um novo chefe, Maurizio Arrivabenne, além de novos diretores técnico e de motores em relação ao time que iniciou a temporada passada.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias