"Não estou completamente satisfeito", diz Petrov

Dupla da Renault acredita ter carro para brigar pelas posições da frente e aposta no bom rendimento do R31

Petrov: ciente da capacidade do carro da Renault em Istambul

Os dois pilotos da Renault, Vitaly Petrov e Nick Heidfeld, acreditam que a equipe está em posição para brigar até pelo pódio na Turquia. O russo, sétimo no grid, ficou possesso por ter a certeza de que poderia ter andado melhor, mas exaltou o bom funcionamento do carro, enquanto Nick Heidfeld, nono, teve mais trabalho: só achou o equilíbrio ideal no Q2 e aposta na característica do R31 de render bem nas largadas.

"Não estou completamente satisfeito com a minha posição de hoje, pois somos capazes de terminar bem melhor que em sétimo. Contudo, conseguir ficar entre os dez, e não ter problemas mecânicos é bom. Podemos ainda continuar com o trabalho e ter a certeza de que estaremos próximos aos carros da frente do grid", comenta o russo.
 
"Não é tão ruim estar em nono - tive problemas no começo do dia e encontrei o equilíbrio do carro e a aderência ideal dos pneus no Q2. Podia ter sido melhor se não tivesse problemas com o carro saíndo de frente, mas tudo bem. Me sinto mais confiante e sei que com a asa móvel a gente consegue ultrapassar melhor, então podemos ir bem. Geralmente o carro é melhor em ritmo de corrida. Sabemos que podemos fazer boas largadas e ganhar muitas posições", analisa o alemão.

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Turquia
Pilotos Nick Heidfeld , Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias