“Não fiquei decepcionado com a diferença", diz Tony Fernandes

Proprietário da versão malaia da Lotus não se mostra incomodado com baixo rendimento. Pelo contrário: exalta evolução de modelo T128

Fernandes, dono do Team Lotus

Muita gente se espantou com a distância das três equipes que estrearam no ano passado para o resto do pelotão. A Hispania já caiu vítima da regra dos 107%, enquanto Virgin e Lotus ficaram a cerca de três segundos do resto na classificação. O TotalRace conversou com o proprietário da Lotus, Tony Fernandes:

“Não fiquei decepcionado com a diferença. Na classificação, a asa do Heikki teve um problema e, com isso, não conseguimos aquecer os pneus. Acredito que estaríamos a 2s do resto. Mas eu não esperava mesmo grandes coisas na Austrália. Não conseguimos andar muito nos treinos livres e isso não ajudou”, avaliou.

Para Fernandes, o importante é que o T127 mostra que a equipe está, sim, evoluindo. “Eu ficaria decepcionado se Jarno ou Heikki dissessem: ‘nosso carro é uma bomba’, que foi o que eles falaram no ano passado. Então estou feliz que estamos indo na direção certa. Só no final da temporada que saberemos em que lugar estamos em relação às outras equipes”, ponderou o dono da Team Lotus.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Jarno Trulli , Heikki Kovalainen
Tipo de artigo Últimas notícias