"Não há nenhuma possibilidade", diz Alonso sobre ida para McLaren

Espanhol refuta teorias de que poderia correr pela equipe de Woking em 2014, e reafirma que é da Ferrari até 2016

Em meio ao primeiro dia de treinos em Cingapura, Martin Whitmarsh, em entrevista à TV britânica BBC, disse que avaliava a possibilidade de ter Fernando Alonso na equipe McLaren no ano que vem. No entanto, o espanhol, após os treinos de hoje em Marina Bay, desmentiu o que o dirigente da equipe inglesa falou, e foi direto dizendo que não tem interesse em correr pela McLaren nos próximos anos.

“Não. Tenho contrato com a Ferrari e não há nenhuma possibilidade. Também não é uma opção muito atrativa agora”, falou ao TotalRace em Cingapura.

“O que quero fazer é ganhar com a Ferrari. Tentarei isso no mínimo nos três próximos anos, e até quando seguir nesta equipe.”

“É fantástica a notícia de que todas as equipes do paddock te querem, e que falam isso publicamente mesmo tendo dois pilotos com seus contratos.”

Quanto ao desempenho nos treinos de hoje, Alonso foi pessimista acerca do ritmo do F138, mas ainda acha que um bom resultado é possível mediante às circunstâncias.

“Vai ser difícil. Não fomos muito rápidos hoje. Assim como sofremos na Hungria e em outros circuitos com máxima carga aerodinâmica”, contou.

“É como dizia ontem, Cingapura seria um bom teste. O primeiro teste que fizemos na primeira sessão de treinos confirmou os mesmos resultados que tínhamos nesses circuitos. A Mercedes muito forte, ao lado da Red Bull, e Lotus e McLaren um pouco à frente de nós.

“Estamos brigando por sétima e oitava posições, o que é uma má notícia. Mas a corrida é domingo, vamos ver o que acontece. Ano passado também não vínhamos rápido e fomos para o pódio. A corrida é domingo, mas temos que ser realistas com a situação e com os resultados de hoje.”

Já Felipe Massa, 15º no segundo treino livre e 12º no primeiro, disse não ter encontrado um bom equilíbrio para seu carro durante a sexta-feira.

"Foi um dia difícil, porque eu lutei para encontrar o caminho certo para avançar em ambas as sessões”, falou o brasileiro.

“Na primeira sessão, nos concentramos em avaliar vários componentes aerodinâmicos, enquanto na segunda conseguimos completar o programa, fazendo o 'long run'. Começamos com os supermacios e terminamos nos médios.”

“Junto com a equipe, decidimos ir em outra direção para tentar encontrar um acerto com o qual eu pudesse estar mais confortável. Infelizmente, o acerto não produziu os resultados que esperávamos. Eu acho que para a classificação de amanhã precisamos refazer nossos passos para melhorar o equilíbrio do carro”, finalizou Massa. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Fernando Alonso , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias