"Não somos estúpidos", diz Raikkonen sobre a Ferrari

Finlandês identifica os pontos fracos do carro, mas acredita que a equipe conseguirá virar o jogo

Mesmo depois do décimo lugar no GP do Bahrein, defendendo-se da pressão de vários carros por toda a prova, Kimi Raikkonen continua confiante de que a Ferrari vai resolver seus problemas. O finlandês só pede paciência.

“Sabemos o que temos de fazer e as pessoas estão trabalhando 100% para chegar lá. A questão é que não é algo que acontece da noite para o dia. Não somos estúpidos, há pessoas boas trabalhando na equipe. Acredito que a equipe pode mudar as coisas”, disse ao TotalRace.

Tendo passado por um ano difícil em Maranello em 2009 e por uma crise também na McLaren em 2006, Raikkonen sabe que é possível virar o jogo. “Já estive em outras equipes e também neste time, passei por momentos difíceis e tenho certeza de que podemos acertar.”

Kimi salientou que o carro não é difícil de pilotar, mas fica devendo em determinadas áreas em relação aos rivais: contra os carros equipados com motor Mercedes, o problema é de potência; contra os Red Bull, de pressão aerodinâmica.

“Os carros com Mercedes conseguem nos passar muito fácil nas retas. Eu fiquei surpresa como a Force India me passou, parecia outra categoria. Não é só cavalos, também é tração. Com a Red Bull, parece que conseguimos mantê-los atrás de nós por mais tempo, mas eles chegam nas curvas. Então acho que estamos no meio entre precisar de velocidade e de pressão aerodinâmica.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias