"Não tenho sido rápido o bastante", se preocupa Hamilton

Inglês se diz mais focado em melhorar performance após levar tempo de Rosberg nas últimas três corridas

Lewis Hamilton admitiu que está mais preocupado em melhorar sua própria performance depois de levar tempo do companheiro Nico Rosberg por três corridas seguidas do que com a polêmica envolvendo o teste que a Mercedes fez para a Pirelli.

No GP de Mônaco, Hamilton viu Rosberg dominar todos os treinos e vencer a corrida de ponta a ponta, enquanto se culpou por ter desacelerado demais antes de entrar nos boxes durante o Safety Car, perdendo a chance real de uma dobradinha.

Perguntado se preocupava-se com o que pode acontecer com a Mercedes caso a FIA decida que o teste realizado com o carro deste ano, algo que vai contra as regras, não poderia ter ocorrido, o inglês disse que este não é seu papel.

“Não me preocupo, esta é uma preocupação para a equipe. Só tenho de focar em mim mesmo e tentar melhorar. Vocês devem falar do teste com a Pirelli. Pediram para que fizéssemos um trabalho, e o fizemos. Foi divertido”, afirmou o piloto, que participou da sessão.

“Tenho de reavaliar algumas coisas e seguir adiante. Tenho muita coisa para resolver do meu lado do box, e dentro de mim, e demorará um tempo para fazer isso. Não sou rápido o bastante, não estou forçando o bastante, então preciso melhorar. Não tenho muito mais o que aprender da equipe e do carro. Só preciso melhorar.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias