“Não tinha muito em comum com Kimi”, fala Grosjean sobre relação

Francês compara parceria com Maldonado e Räikkönen e avalia: "A relação de trabalho é bastante semelhante”

Com um mau ano da Lotus, Romain Grosjean tem apenas oito pontos no campeonato mundial após dois oitavos lugares nos GPs da Espanha e de Mônaco. O piloto francês, que nos últimos anos tinha mais de um pódio nesta altura da temporada, é o 14º no campeonato de pilotos, tendo os únicos pontos da equipe Lotus.

Questionado sobre seu ex-companheiro de equipe, Kimi Räikkönen, o francês contou que entende os motivos pelos quais o campeão de 2007 não está andando bem neste ano.

"Eu sei que ele não gosta dos pneus. Acho que ele não se adequou aos pneus deste ano muito bem", disse ele sobre os pneus mais duros oferecidos pela Pirelli em 2014. "Ele precisa de uma boa estabilidade na frente e os pneus não têm lhe dado essa sensação. É difícil de explicar, mas isso muda um pouco a sua confiança."

Comparando seu relacionamento com Räikkönen e seu relacionamento com seu atual companheiro de equipe, Pastor Malonado, Grosjean disse: "É bastante diferente. Pastor é um cara legal e um pai, sempre podemos falar de coisas diferentes fora da pista, o que não fazia com Kimi Räikkönen.  Eu não tinha quaisquer pontos em comum com Kimi.

"A relação de trabalho é bastante semelhante, apesar de eu falar um pouco mais com o Pastor nos briefings do que com Kimi. Foi muito interessante ter Kimi como companheiro de equipe, porque nesse carro ele estava indo muito bem e fazendo um trabalho muito bom, por isso era bom tê-lo a bordo."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias