Nasr confia que carro da Sauber se adapte bem à Monza

Após provas difíceis, lutando com equilíbrio de seu C34 nas freadas, brasileiro acredita em melhor rendimento na Itália

Não conseguindo um bom desempenho nas últimas corridas, Felipe Nasr aposta suas fichas na boa potência do motor Ferrari nas grande retas de Monza, próxima etapa da Fórmula 1. A corrida a ser disputada neste final de semana é a mais rápida da temporada em termos de média de velocidade.

"Monza é uma pista histórica. Eu conheço bem o circuito, porque corri nele em todas as categorias pelas quais passei”, iniciou o brasileiro.

“Isso me lembra quando me mudei para a Itália em 2009. Naquela época eu morava a apenas 40 minutos de distância de Monza. É um circuito único para mim. A fluidez é muito legal, com Parabólica sendo minha curva favorita. Estou ansioso para dirigir neste circuito novamente, e será minha primeira vez lá em um carro de Fórmula 1.”

“A pista de alta velocidade deve se adequar bem ao nosso carro. Temos de encontrar um equilíbrio eficiente para sermos rápidos nas retas e não perdermos muito tempo nas curvas. Uma boa estabilidade nas freadas e uma boa tração para que sair das chicanes é importante."

Ericsson também está otimista, acreditando nas evoluções do motor Ferrari. "O fim de semana de corrida em Monza é sempre muito especial devido à popularidade da Fórmula 1 e da presença dos 'tifosi'.”

“Há sempre uma atmosfera emocionante, e os italianos são realmente apaixonados por automobilismo.”

“O circuito é o mais rápido no calendário, e estou curioso pelo lado da velocidade máxima nas retas que alcançaremos com o motor modificado.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pista Monza
Pilotos Marcus Ericsson , Felipe Nasr
Equipes Sauber
Tipo de artigo Preview