"Nasr merece, mas patrocínio ajudou", avalia Luiz Razia

Último brasileiro vice-campeão da GP2 acredita que o compatriota mostrou ter "estrela" ao assinar com a Sauber

Último brasileiro a ter chegado perto de uma vaga na Fórmula 1 antes de Felipe Nasr ser confirmado pela Sauber, Luiz Razia acredita que o compatriota tem as credenciais necessárias para ser titular na categoria máxima do automobilismo – e o vê como um piloto com “estrela”.

[publicidade] “Ele ganhou a BMW, que é a categoria escola. Depois ganhou a F-3 Inglesa em sua segunda temporada lá. Depois, deu um passo até grande ao ir para a GP2 e demonstrou resultados em todos os anos”, afirmou o baiano ao TotalRace.

“Nesta temporada, ganhou quatro corridas, a mesma quantidade que eu no ano em que fui vice-campeão da GP2”, lembrou Razia, que ficou com a segunda colocação em 2012. “Por resultados, ele mereceu, assim como outros que também mereciam. Mas acho que o patrocínio o ajudou a conquistar a vaga.”

Razia chegou a ser confirmado na Fórmula 1 na Marussia em 2013. Porém, foi substituído de última hora por Jules Bianchi por problemas com o pagamento de seus patrocinadores. Para o piloto, a mudança no cenário econômico pode ter ajudado Nasr.

“Ele também teve certa sorte porque mais equipes ficaram em dificuldades nos últimos dois anos. Alguns pilotos têm a estrela para conseguir o que querem. E ele está merecendo e teve essa estrela.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias