Nasr não tem chances na Toro Rosso, crava Helmut Marko

Consultor da Red Bull lembra que brasileiro não venceu nenhuma prova na GP2 e prefere pilotos "da casa"

Se as portas para Felipe Massa parecem ter se fechado definitivamente na Ferrari, outro brasileiro que buscava uma vaga na Fórmula 1 na próxima temporada parece longe de atingir o objetivo. Felipe Nasr chegou a ser cotado para ocupar o lugar de Daniel Ricciardo na Toro Rosso, mas o consultor da Red Bull, Helmut Marko, negou que o brasiliense tenha chances.

Em entrevista ao Estado de S. Paulo, o austríaco ressaltou que “apesar de a GP2 ter um campeonato longo ele não venceu nenhuma corrida.” O piloto disputa sua segunda temporada na categoria.

Outro motivo para a porta fechada a Nasr na Toro Rosso seria a preferência dada a pilotos que fazem parte do programa de desenvolvimento de pilotos da Red Bull, a exemplo do que foi mostrado com a preferência dada a Ricciardo em detrimento a Kimi Raikkonen na definição da dupla de pilotos do time principal.

Ao TotalRace, Marko acenou que o substituto de Ricciardo virá de dentro da ‘linha de produção’ da Red Bull. “Demorou algum tempo para fazermos a opção por Daniel, então nos deem tempo para tomar a segunda decisão. Acho que temos vários candidatos. Mas sempre ajuda se você está dentro da família Red Bull. E ele precisa ser um piloto jovem.”

Assim, quando questionado sobre as possibilidades de Massa se juntar à equipe, Marko foi categórico. “A Toro Rosso é uma equipe para jovens e, se conheço bem os dados de Felipe, ele já não é mais jovem.”

Levando estes dois fatores apontados por Marko em consideração, acredita-se que a vaga fique com Antonio Felix da Costa, português atualmente na World Series e mais experiente entre os contratados pela marca austríaca.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias