Newey admite preocupação com banimento dos difusores soprados

Projetista da Red Bull afirma que o RB7 foi projetado totalmente em cima do posicionamento dos escapamentos

Newey nem viajou para comemorar o bi de construtores

Enquanto a Red Bull estava na Coreia selando seu bicampeonato mundial de construtores, o projetista Adrian Newey estava bem longe dali, trabalhando no projeto do carro de 2012 na fábrica da equipe, em Milton Keynes, Inglaterra.

A preocupação de Newey é o efeito que o banimento do escapamento soprado pode ter na dominação do time austríaco, que venceu nada menos que 51% das provas das últimas duas temporadas, período em que liderou o desenvolvimento do conceito.

“O banimento do difusor soprado faz uma grande diferença”, garantiu ao jornal britânico Telegraph. “Isso tem um efeito fundamental na aerodinâmica do carro, o que afeta o carro como um todo. É um desafio enorme para se superar.”

O projetista reconheceu que o RB7 foi desenhado tendo como base a localização do escapamento. Até este ano, os carros podiam ter as saídas de escapamento dispostas no assoalho dos carros, o que melhorava o fluxo de ar e interferia na aerodinâmica. Em 2012, as saídas terão de voltar ao topo da carenagem.

“Todos os outros, talvez à exceção da Ferrari, mas provavelmente sem exceção, copiou o que fizemos. Se eles conseguiram obter tanta performance quando nós, que desenhamos o carro tendo como base esse sistema, é difícil saber.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias