Newey revela problema de carro da Red Bull em Jerez de la Frontera

Projetista diz que RB10 tinha problema de superaquecimento por carenagem traseira e culpa falta de tempo

Conseguindo completar apenas 21 voltas no primeiro teste em Jerez de la Frontera, a tetracampeã Red Bull foi o pior time da Fórmula 1 em termos de quilometragem no primeiro treino do ano. Após a primeira experiência ruim, o projetista Adrian falou o que, segundo ele, aliado ao motor Renault, tenha sido a causa do mau rendimento.

"O que nos parou em Jerez do nosso lado, em oposição à Renault, foi um problema de superaquecimento da carenagem até o escape", disse à TV inglesa BT Sport.

"Foi realmente falta de tempo o que causou o problema. Era algo que poderia ser entendido no dinamômetro. Mas a Renault foi contra em termos do uso do dinamômetro, e nós não conseguimos  fazer peças a tempo. Então, se tivéssemos tido mais algumas semanas mais à frente, tudo poderia ter sido feito e testado no dinamômetro. Infelizmente isso foi feito em público."

Mesmo de certa forma absolvendo a fabrica francesa, Newey disse que o motor Renault demanda maior refrigeração. "O Renault parece ter particularmente uma grande exigência de resfriamento", continuou ele.

"É certamente um desafio carenar a área traseira. A área do radiador é a que precisamos resfriar do ar que sobra do turbo, e, adicionalmente a isso, temos todo o resfriamento extra que precisamos para as baterias, a unidade de gerador do motor e caixa de controle. É aproximadamente o dobro do ano passado com o V8. Então, tentar embalar sem comprometer a aerodinâmica é um desafio muito grande."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel , Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias