No "top 10", Renault usa dois acertos diferentes para a corrida

Heidfeld anda com carro ajustado para pista molhada e é nono, enquanto Petrov sofre com falta de aderência e sai em décimo

Heidfeld nos boxes em Montreal

A Renault se mostrou satisfeita com a nona e a décima posições obtidas por Nick Heidfeld e Vitaly Petrov, nesta ordem, no grid de largada para o GP do Canadá. 

Seus dois pilotos andaram em um ritmo muito próximos, separados por apenas 0s023, mesmo carregando diferentes níveis de pressão aerodinâmica. Tudo isso pensando na chance de chuva para a corrida de amanhã.
 
"Estou extremamente feliz, pois acho que conseguí tirar o máximo que a gente podia. Andamos com mais downforce que o normal, esperando por chuva amanhã. Fizemos poucos ajustes no carro e estou contente também com o desempenho a bordo dos pneus supermacios", comenta Heidfeld.
 
"As temperaturas da pista estavam mais baixas e foi difícil para esquentar direito os pneus. Como resultado, faltou aderência e perdi tempo em minha volta lançada. É difícil fazer alguma previsão, então amanhã será o caso de nos adaptarmos às condições e aproveitando qualquer oportunidade", completa Petrov.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Nick Heidfeld , Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias