Nova fornecedora PURE quer começar com "ao menos" duas equipes

Projeto do ex-chefe da equipe BAR, Craig Pollock, visa atrair "times bons" para entrar na F-1 a partir de 2014

O empresário Craig Pollock

A nova fornecedora de motores PURE, do ex-acionista da equipe BAR, Craig Pollock, pretende entrar na F-1 a partir de 2014, quando haverá uma grande mudança no regulamento, vendendo suas unidades para ao menos duas equipes.

A partir de 2014, a F-1 utilizará motores V6 de 1.6l ao invés dos atuais V8 de 2.4l.

“O mínimo são duas, não há dúvidas disso. E, se possível, que sejam duas boas equipes”, afirmou Pollock ao GPUpate.

“E o máximo… se tivermos que fornecer para muitos outros times vamos nos preparar; não é exatamente nosso desejo imediato porque acho que também temos de ser muito realistas e saber que somos uma empresa nova.”

Pollock garantiu que os profissionais envolvidos no projeto são veteranos na categoria. O problema de ter muitas equipes seria mais uma questão organizacional. “Mas contando que saibamos com antecedência, estaremos felizes.”

O ex-chefe da equipe BAR e empresário de Jacques Villeneuve alertou, no entanto, que a saída da Pegeout da Le Mans deve servir como um alerta para as equipes de F-1 a respeito do comprometimento das grandes montadoras.

“Ninguém sabe como será futuro, tirando a Ferrari, que acredito que esteja sempre trabalhando a longo prazo, com os outros jogadores ninguém pode garantir [o futuro].”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias