Novo Pacto da Concórdia garante mais dinheiro à FIA

Acordo foi confirmado hoje pela entidade e a FOM, que gere os direitos comerciais; só falta assinatura dos times

A Federação Internacional de Automobilismo e a FOM, que cuida dos direitos comerciais da Fórmula 1, anunciaram a aprovação do Pacto da Concórdia, acordo que rege o repasse do dinheiro arrecadado pela categoria. O próximo passo é a assinatura dos 11 times participantes do campeonato.

Os detalhes do contrato são confidenciais, mas as bases aumentam a participação da FIA na divisão do dinheiro e é esperado que continuem deixando de fora a Marussia, time com o qual o promotor da categoria, Bernie Ecclestone, não chegou a um acordo.

“Esse acordo dá à FIA meio financeiros significativamente maiores para que a entidade persiga sua missão reguladora e isso reflete o papel proeminente que ela tem no automobilismo”, foi divulgado em comunicado à imprensa.  

A decisão foi comemorada pelo presidente da FIA, Jean Todt. “Podemos nos orgulhar deste acordo, que estabelece uma base mais efetiva para a FIA governar o campeonato da Fórmula 1”

A categoria atualmente está sem um contrato em vigor, pois o acordo anterior expirou ao final de dezembro de 2012.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias