Organização do GP da Índia afasta rumores: "continuamos até 2015"

Porta-voz da empresa responsável pela corrida, garante que contrato será cumprido e fala em outras provas

'Grid girl' com a bandeira da Índia no circuito de Buddh

Em meio a rumores de que o GP da Índia pode sair do calendário da F1 no ano que vem, a organização da prova tratou de reforçar a intenção do país em continuar sediando a corrida pelo menos até 2015, quando se encerra o atual contrato com a categoria.

“Nosso acordo com a FOM é de realizar corridas no circuito de Buddh até 2015 e estamos totalmente comprometidos em cumpri-lo”, garantiu Askari Zaidi, porta-voz da empresa que organiza o evento, à imprensa local.

“Não existe razão para deixarmos de sediar a F1 e ainda queremos sediar também outros eventos internacionais, como o motociclismo”, acrescentou.

Neste ano, o GP da Índia será a 16ª de 19 etapas e está previsto para o dia 27 de outubro. Em 2014, com a provável entrada dos GPs da Rússia e de Nova Jérsei, o calendário poderá contar com 21 provas, caso nenhuma seja descartada.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Tipo de artigo Últimas notícias