Pai de Hamilton cobra presença de empresários do piloto

Anthony Hamilton, que cuidava da carreira do filho até o início de 2010, aproveitou para defender o inglês de punição

Anthony Hamilton quando ainda empresariava Lewis

O pai e ex-empresário de Lewis Hamilton, Anthony, cobrou os novos administradores da carreira do piloto da McLaren depois de mais uma tumultuada prova do inglês, no GP de Cingapura.

“Os empresários dele deveriam fazer mais. O que digo é que, olhem no paddock, todos os pilotos têm um empresário presente, o empresário está aqui e dentro da vida do piloto.”

No início do ano, Hamilton anunciou que a empresa 19 Entertainment, que agencia celebridades como o casal Beckham, cuidaria de sua carreira. O piloto estava sem empresário desde que rompeu com o pai, no começo de 2010.

Ninguém da empresa estava presente em Cingapura. A decisão sobre o acompanhamento ou não do piloto é feito de prova em prova.

A respeito da colisão com Felipe Massa durante o GP, que acabou lhe custando um drive through, o pai de Hamilton afirmou acreditar que a punição foi dura demais.

“Foi apenas um erro. Não acho que houve premeditação ou qualquer outro problema. Ele estava forçando, tentando melhorar sua posição. Acho que foi pego de surpresa. Foi uma pena ter levado um drive through por isso, mas é típico – ele seria punido, não?”

Anthony Hamilton, que hoje é empresário de Paul di Resta, defendeu o filho.

“Se você olhar o replay, ele travou o pneu quando faz a curva e acaba batendo no carro de Massa. Ele não virou o volante pensando ‘vou bater na sua traseira e furar seu pneu.' Ele não fez isso. Acho que um pouco de senso comum deveria prevalecer”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias