Para Alonso, Red Bull poderia ter ganho as oito provas do ano

“É um dos carros mais rápidos e dominantes da história", classificou o espanhol, que falou também das novidades da Ferrari

Alonso conversa com os engenheiros em Silverstone

A Ferrari vem cheia de novidades para o GP da Grã-Bretanha, mas Fernando Alonso evitou fazer previsões para o final de semana. Mas deixa claro que, se dependesse exclusivamente do carro, a Red Bull tem um equipamento tão superior que poderia ter ganhado todas as etapas até agora no Mundial. 

“É um dos carros mais rápidos e dominantes da história. Sem o erro do Canadá e o consevadorismo nas últimas voltas da China – creio que Vettel tenha sido conservador com Hamilton – eles teriam ganhado oito corridas das oito possíveis. Pelo carro conseguiriam ganhar as duas.”

O bicampeão listou as peças que ele e Felipe Massa irão testar nesta sexta-feira.

“Temos melhoras aerodinâmicas, na parte traseira do difusor, na asa traseira e seguiremos testando uma nova suspensão que já provamos em outros GPs e até agora ainda não corremos com ela. Seguiremos analisando-a para ver se a usamos.”

O espanhol acha estranho que a FIA tenha restringido o uso dos difusores soprados, segundo ele, “de uma hora para a outra.”

“Acho que todos vamos perder porque todos usamos os gases do escapamento pelos difusores. Foi uma proibição que creio que tenha surpreendido a todos, porque é algo que vínhamos utilizando desde a metade do ano passado.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias