Para chefe da menor das nanicas, maiores desafios estão fora das pistas

Colin Kolles, da Hispania, elogia performance do carro com os pneus, na estratégia e vê qualidades nos pilotos

O chefe da Hispania, Colin Kolles

O chefe da Hispania, Colin Kolles, afirmou que os problemas daquela que é a menor equipe da F-1 estão bem longe das pistas. O time, que já mudou de dono duas vezes em um ano e meio de existência, luta para deixar a rabeira do grid – e almeja ultrapassar a Lotus para ficar com a décima posição no Mundial de Construtores.

“Em termos de corrida em si, temos o acerto correto, prevemos de maneira certa o efeito da degradação de pneus e, em provas no molhado, tomamos as decisões certas o tempo todo. Tirando as corridas em si, há muitos desafios todos os dias.”

Dos pilotos, Kolles não tem do que reclamar. Ao menos foi o que garantiu o site oficial da F-1.

“Narain Karthikeyan tem a maior experiência dos três em termos de correr em diversas categorias, o que é muito útil. Vitantonio Liuzzi é o nosso piloto com maior rodagem na F-1, vai completar seu 74º GP em Spa. Ele é um ótimo lutador ao volante, de temperamento forte. Daniel Ricciardo é o mais novo, um estreante muito talentoso que tem mostrado aprender rápido. Ele precisa se desenvolver e está no caminho certo.”

O dirigente revelou que o Hispania terá novidades para se adaptar às próximas pistas, em Spa e Monza. Isso já é um belo passo adiante em relação ao ano passado, quando correram com a mesma configuração nas ruas travadas de Mônaco e no tempo da velocidade de Monza.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias