Para Domenicali, melhora da McLaren em Abu Dhabi é exemplo a ser seguido

Chefe da Ferrari destacou recuperação do time que "parecia perdido" nas últimas provas e quer Ferrari fazendo o mesmo

Domenicali quer Ferrari seguindo exemplo da rival

A Ferrari viveu situações bem distintas durante o final de semana em Abu Dhabi. No sábado, logo após o treino, o time estava bem pessimista após o sétimo lugar de Alonso no grid, enquanto Vettel largaria em terceiro. Com a punição sofrida por Vettel, no entanto, fazendo com que o alemão largasse em último, a equipe de Maranello se enche de otimismo. No final, Alonso chegou em segundo e Vettel, após grande recuperação terminou em terceiro e o espanhol conseguiu descontar apenas três pontos.

“Logo após o treino, se alguém nos oferecesse essa possibilidade de terminar a corrida descontando três pontos em relação ao Vettel, é bem possível que aceitássemos. Porém, com a punição, fomos para corrida esperando mais. Mas o importante é que reduzimos a diferença em três pontos em um GP que seria difícil para nós, pois nosso carro não estava no nível de nossos concorrentes”, disse o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali ao TotalRace, logo após a corrida.

Para Domenicali, o desempenho da McLaren em Abu Dhabi serve de estímulo a sua equipe. O time de Woking não teve grande desempenho nas últimas duas provas, mas no último domingo Hamilton fez a pole e liderava a prova até parar por problemas mecânicos. “Gostaria de chamar a atenção para o desempenho da McLaren em Abu Dhabi. Nas últimas corridas parecia que eles estavam perdidos, sem atualizações e aqui conseguiu um ótimo desempenho. Essa é a nossa meta. Temos que nos concentrar em melhorar o carro até o último momento. Caso não seja o suficiente, veremos. Mas este tem que ser nosso pensamento”, definiu o dirigente.

Após o GP em Abu Dhabi, Domenicali não poupou elogios aos dois primeiros no campeonato. “Alonso fez mais uma corrida perfeita. O segundo lugar só foi conseguido através de sua condição de extrair o máximo do carro. Já Vettel pressionou desde o princípio da corrida. Teve momentos em que ele teve sorte e outros em que teve azar, mas isso faz parte do esporte. Teve um safety car que entrou no momento exato para ele, mas ele foi capaz de sair da última posição para chegar em terceiro. E por isso só conseguimos tirar três pontos”, comentou o dirigente italiano.

Após o resultado de domingo, Vettel lidera o campeonato com 255 pontos e Alonso tem 245, faltando duas provas. “Dez pontos pode ser muito ou pode ser nada. Depende do que acontecer até o último momento. E o importante é estarmos lá”, concluiu.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Tipo de artigo Últimas notícias