Para Grosjean, Lotus chega à Austrália menos preparada do que em 2013

Francês admite dificuldade da equipe, mas acredita na possibilidade de somar pontos, caso termine a corrida

Com quatro pódios nas últimas seis corridas, Romain Grosjean foi um dos destaques da parte final da temporada de 2013. Mas, com todos os problemas enfrentados pelos carros de possuem motor Renault, o francês admite que a Lotus chega a Melbourne, para a primeira corrida do ano, bem menos preparada do que na temporada anterior.

“Com certeza não estamos tão bem preparados como no ano passado”, disse ao site oficial de sua equipe. “Demos tudo o que pudemos no Bahrein, com as coisas funcionando de maneira limitada, mas ainda há muito trabalho a ser feito com os novos motores. Estes carros são bem mais complicados do que as pessoas podem imaginar e estamos trabalhando duro com a Renault para melhorarmos. Mas no Bahrein, já fomos na direção certa, em relação a algumas áreas”, comentou.

Para Grosjean, o objetivo na Austrália é, primeiro, terminar a corrida, para talvez marcar pontos. “Nós ainda não estamos no lugar que queremos. Mas estamos lá para competir e nunca se sabe o que pode acontecer com os outros. Não sei se alguma equipe está exatamente onde queria neste início. Mas o jogo não acabou. O objetivo em Melbourne é terminar a corrida e talvez marcar pontos. Vamos tentar marcar o máximo de pontos em cara oportunidade durante o ano”, resumiu.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias