Para Jackie Stewart, F-1 tem que respeitar mais sua história

Tricampeão do mundo lembra da herança da categoria ao longo dos anos e espera respeito de dirigentes

Após a exclusão do GP da Alemanha do calendário da temporada de 2015, muitas tem sido as contestações dos fãs e de profissionais envolvidos na Fórmula 1. Para muita gente a categoria está perdendo sua essência conquistada ao longo dos anos. Algo que fez fãs do mundo inteiro se apaixonarem pelo campeonato.

[publicidade]Com Jackie Stewart não é diferente. O tricampeão mundial acredita que a F-1 deveria estar cuidando um pouco mais de sua história, com apenas oito etapas europeias de 19 no calendário 2015 após a saída de Hockenheim.

"Isso pode soar como se eu fosse um purista", disse ele à Associated Press.

"Mas você tem que respeitar a história. Eles devem estar sempre no calendário - é fantástico, temos um Grande Prêmio dos Estados Unidos, um Grande Prêmio do Brasil, um no Bahrein e que nós estamos indo para novos países. Mas você ainda tem que respeitar sua herança."

Stewart foi tricampeão da F-1 em 1969, 1971 e 1973, conquistando seu primeiro título para a Matra e os outros dois pela Tyrrell.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias