Para Massa, pneu não é único culpado por queda da Ferrari

Brasileiro destaca ritmo lento da última prova e quer esperar mais provas para dizer se equipe foi prejudicada

A Ferrari foi para as férias de agosto com uma missão difícil pela frente: determinar se a queda no rendimento em corrida vista na Hungria foi algo isolado ou depende diretamente da adoção de pneus diferentes, que unem os compostos de 2013 à construção que havia sido utilizada na última temporada.

Para Felipe Massa, faltou ritmo em geral. Porém, também é possível que isso tenha relação com os novos pneus. “Em primeiro lugar, o carro não era competitivo do que deveria ser. Foi pior que na corrida anterior, na Alemanha, por exemplo. Por isso precisamos esperar outro tipo de pista para ter a certeza de que é o pneu que favorece outras equipes”, defendeu o brasileiro ao TotalRace.

“Houve degradação, mas era menor do que do outro pneu. Porém, com o outro pneu, não era fácil fazer uma corrida como a de Budapeste com duas paradas para nós e continua sendo assim com esse composto. Mas outros times conseguiram.”

Massa quer esperar as próximas etapas para determinar se a mudança feita pela Pirelli por motivos de segurança afetou o time italiano.

“Vimos equipes como a Mercedes fazendo um grande trabalho mesmo com o calor, situação em que eles deveriam ter problemas. Talvez esses pneus sejam melhores para outras equipes, mas acho que precisamos esperar algumas corridas para nos certificarmos se é isso mesmo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias