Para Permane, Lotus nasceu bem, mas pode evoluir muito mais

Diretor de operações de pista afirma que todos da equipe estão com um sorriso no rosto depois dos testes de Jerez

Alan Permane reconhece que há muito trabalho pela frente na Lotus

Com uma dupla de pilotos totalmente renovada, a Lotus foi a grande surpresa dos primeiros treinos coletivos de pré-temporada, realizados em Jerez, semana passada. Com Romain Grosjean, o novo modelo da equipe, o E20, marcou o melhor tempo entre os carros de 2012 nos testes, além do francês e de Kimi Raikkonen terem completado o maior número de voltas em relação aos rivais com carros novos, com 404 voltas e pouco menos de 1.800km completados.

No entanto, o diretor de operações de pista da Lotus, Alan Permane está ciente de que há um longo caminho a ser percorrido e afirma que a equipe não atropelará o desenvolvimento do carro tentando marcar bons tempos.

“Há uma longa lista de melhoras que estamos querendo fazer. Tivemos alguns problemas menores com vazamentos no radiador e coisas do tipo, mas nada grande e certamente nada que não teremos consertado em tempo para Barcelona”, garantiu.

De acordo com Permane, o primeiro teste serviu para a Lotus constatar que tem uma boa base nas mãos, mas que ainda precisa ser trabalhada.

“Todos parecem ter um sorriso no rosto. Dito isso, não vamos tentar correr antes que possamos andar. Temos muita consciência de que há um longo caminho a percorrer. O carro é certamente confiável e bem equilibrado, mas é muito cedo para dizer qualquer coisa a mais que isso. É impossível prever a performance depois de apenas um teste.”

Os próximos testes se iniciam dia 21 de fevereiro, semana que vem, em Barcelona. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias