Para Rosberg, "ninguém poderia ganhar com a Mercedes"

Alemão, que é o segundo em número de largadas que nunca venceu um GP, se conforma em ter de esperar por um carro competitivo

Rosberg completou 100 GPs na Hungria

Nico Roberg pode ter apenas 26 anos, mas já é quase um veterano na F-1. Na categoria desde 2006, o alemão completou seu 100º GP na Hungria. No entanto, o ex-piloto da Williams, atualmente na Mercedes, tem de conviver com uma incômoda marca: é o segundo em número de largadas do atual grid que ainda não venceu uma corrida, atrás apenas do compatriota Nick Heidfeld.

Rosberg afirmou ao jornal espanhol El País que não tem pressa. “Ninguém poderia ganhar com meu carro. Há três equipes melhores – Red Bull, Ferrari e McLaren – que estão à frente dos demais. Preciso esperar ter um carro melhor.”

Em seu segundo ano na Mercedes, Rosberg sabe que a distância para as equipes de ponta ainda é grande. “Com esse carro, chegar em sétimo é como vencer para mim”, afirmou.

Contudo, o piloto acredita que o W02 pode melhorar ainda nesta temporada, mesmo com a equipe recentemente decidindo focar no projeto do ano que vem.
“No final deste ano ou no início do próximo vou começar a pensar em vencer.”

Perguntado sobre o que deveria melhorar no carro, Rosberg não vê uma área em especial.

“Tudo. No geral, é a aerodinâmica e parte mecânica em termos de reduzir o peso. O motor está bom, mas com o sistema de escapamento soprado, que é muito importante para a aerodinâmica, podemos melhorar muito. Estamos trabalhando nisso.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias