Para Vettel, seria "mau sinal" ter carro de 2012 na pista agora

Alemão acredita que não há muito o que aprender usando as provas finais deste ano como teste para o próximo

Vettel diz que as 19 etapas trazem lições importantes

Sebastian Vettel não acredita que a Red Bull deva apostar no desenvolvimento do carro do ano que vem nas últimas provas de 2011. Segundo o bicampeão, seria um “mau sinal” se o bólido de 2012 já estivesse pronto.

“Se olhar para a parte do desenvolvimento, você não força tanto quanto faria se ainda estivesse lutando pelo campeonato. Por outro lado, não dá para trazer o carro de 2012 já para a pista porque seria ruim se ele já estivesse acabado. Acho que seria um sinal ruim.”

De acordo com o alemão, começar a pensar muito cedo no campeonato seguinte dificulta o caminho normal da aprendizagem.

“Acho que não há muito o que fazer. Acho que seria errado abordar as últimas corridas como se 2011 não importasse, focando apenas em 2012 porque, ao fazer isso, deixaria algo para trás. No final das contas, você tem 19 corridas, 19 chances de aprender algo, ainda que seja claro que você entre em uma certa rotina, mas sempre que algo que lhe dê algumas lições. Se não prestar atenção, não vai aprender.”

Vettel acredita que, apenas enfrentando os finais de semana de forma usual já é possível aprender para o ano que vem.

“O carro do ano que vem será diferente, então não há muito que possa ser testado. Dá para aprender muitas coisas apenas fazendo sua própria preparação normal.”

(colaborou Luis Fernando Ramos)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias