Para Wurz, Red Bull não quer mostrar ritmo real do carro

Ex-piloto acredita que este é o real motivo pelo qual a equipe se incomoda com voltas mais rápidas de Vettel

Vettel durante o GP da Índia

Que a Red Bull não gosta nada da mania de Sebastian Vettel acelerar nas últimas voltas para garantir a volta mais rápida para seu currículo não é novidade – e vimos mais um capítulo disso ao final do GP da Índia, quando Christian Horner deu um ‘puxão de orelha’ em seu piloto ao cumprimentá-lo pela vitória via rádio.

Porém, para o ex-piloto e comentarista Alex Wurz, o motivo para isso é mais político que esportivo.

“A preocupação não é se ele vai bater”, afirmou à TV austríaca ORF. “Eles se preocupam se os outros times ficarão alarmados com a performance e irão à FIA reclamar que há alguma coisa ilegal no carro.”

Horner revelou que a equipe fez de tudo para evitar a volta mais rápida de Vettel na Índia.

“Fizemos o melhor que podíamos para cuidar disso, diminuímos a potência do motor, desligamos o Kers e estávamos quase colocando uma vaca no circuito. Não havia muito mais o que fazer.”

O alemão roubou a volta mais rápida do companheiro Mark Webber por 0s271 no último giro. Quem chegou mais perto da dupla da Red Bull foi Fernando Alonso, de Ferrari, 0s704 mais lento. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias