Parada a mais tira pódio de Alonso: "tínhamos ritmo para chegar em 2º"

Espanhol tentou surpreender com parada durante Safety Car, mas foi superado por dupla da Red Bull, e chegou em 4º

A entrada do Safety Car foi o momento chave da prova deste domingo em Cingapura. A corrida já estava em sua metade e Fernando Alonso era então o segundo colocado, atrás de Lewis Hamilton. O espanhol trocara de pneus poucas voltas atrás, mas mesmo assim a Ferrari optou por fazer mais uma troca, colocando os pneus macios (os mais duros do fim de semana) e ir até o final da prova.

[publicidade] Alonso voltou então na quarta colocação, atrás da dupla da Red Bull - que não parou durante a bandeira amarela – e lá ficou até o fim da prova. Depois da corrida, o bicampeão não criticou a estratégia, mas lembrou que tinha carro para chegar na segunda colocação.

“Tínhamos ritmo para ficar em segundo lugar hoje. Estávamos com uma diferença segura para o terceiro, mas então veio o Safety Car. O Safety Car às vezes ajuda, às vezes não. Hoje era uma decisão muito difícil”, comentou Alonso.

A visão da Ferrari era que Hamilton e os pilotos da Red Bull ainda poderiam parar mais uma, mas apenas o líder fez mais uma troca. O inglês, porém, conseguiu uma vantagem tão grande que conseguiu retornar com pneus novos e em condições de reconquistar a liderança. Para Alonso, a estratégia escolhida pela Mercedes não funcionaria para o carro #14.

“Hamilton escolheu ficar na pista com os pneus super-macios, mas ele tinha ritmo para isso. Era dois segundos mais rápido que os demais, então pôde abrir uma diferença e por isso funcionou. Provavelmente a gente não teria ritmo para fazer isto, então nossa estratégia foi boa”, resignou-se o espanhol.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias