"Perdi o respeito por Hamilton", ataca Adrian Sutil

Inglês era testemunha no caso de agressão pelo qual o alemão foi condenado, mas não apareceu para depor no tribunal

Adrian Sutil deu a volta por cima após ser condenado por agressão a um dos acionistas da Lotus, Eric Lux, atingido na nuca por um copo de champanhe atirado pelo alemão durante briga em festa na China. Porém, a omissão do amigo Lewis Hamilton, testemunha importante do caso, mas que alegou compromissos profissionais para não se apresentar ao tribunal, ficou marcada.

“Por algum motivo, ele nunca me procurou”, revelou Sutil. “Lewis sempre disse que era meu amigo, mas resolveu desaparecer de repente e até mudou seu número. Quando eu o vi no paddock, ele disse: ‘Vamos sentar e conversar sobre isso’, mas ele nunca veio.

O alemão, que foi condenado a prisão em regime aberto por 18 meses e pagou uma multa a instituições de caridade em seu país, além de ter sido preterido durante o processo e perdido a temporada 2012, disse não estar disposto a perdoar o inglês, de quem foi companheiro ainda nos tempos de Fórmula 3 Europeia.

“Eu realmente não respeito esse tipo de gente e perdi o respeito por ele como pessoa. Ainda respeito-o como atleta, mas ele não está no mesmo nível pessoal que eu e não tenho vontade de perder tempo com este tipo de gente. Estou realmente muito feliz de ter descoberto quem ele é de verdade. Tenho bons amigos. Amigos com os quais gosto de conviver e isto é o mais importante. Estou feliz que tenha descoberto cedo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton , Adrian Sutil
Tipo de artigo Últimas notícias