Peter Sauber não tem do que reclamar da dupla de pilotos

O chefe de equipe assumiu o risco de ter apenas jovens em seus carros e vem liderando o pelotão dos times médios

Peter Sauber observa Kamui Kobayashi

A Sauber pode ser apenas a sétima colocada no mundial de construtores. Mas observando os gigantes que estão à frente e considerando a perda importante de pontos por um erro mínimo no GP da Austrália, quando a asa traseira estava fora das regras por cinco milímetros, o chefe da equipe, Peter Sauber, tem motivos de sobra para ficar feliz com o início de temporada.

Ainda mais porque apostou em duas jovens promessas para pilotar seus carros: o mexicano Sergio Perez, que estreia aos 21 anos, e o japonês Kamui Kobayashi, de 24.

“Sabíamos que Sergio era rápido. Mesmo assim, nunca é garantido que um novato vá conseguir explorar todo seu potencial sob pressão num final de semana de prova. Tinha expectativas altas em relação a ele. E devo dizer que dizer que ele as superou. Não apenas sua habilidade de cuidar dos pneus, mas também sua consistência durante as corridas agradam.”

Sauber destaca  a maneira como Kamui Kobayashi, apenas em sua segunda temporada completa na Fórmula 1, assumiu o papel de líder da equipe. “Kamui se desenvolveu muito bem como piloto apenas em um ano e tem ajudado muito nossos engenheiros a seguir a direção certa. E, claro, ele continua a nos dar muito prazer com suas maravilhosas manobras de ultrapassagem na pista.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kamui Kobayashi , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias