Peter Sauber se irrita com acidentes causados por Grosjean

"Primeiro a vítima foi Perez, agora Kobayashi”, apontou o dono da Sauber, enquanto Boullier saiu em defesa do francês

O dono da Sauber, Peter Sauber

 

A curta atuação de Romain Grosjean no GP de Mônaco deixou Peter Sauber furioso. Afinal, o francês, que já tinha tido um toque com Sergio Perez no GP da Espanha, acabou tirando Kamui Kobayashi da corrida.

Depois de bater com Michael Schumacher e rodar na largada da prova em Monte Carlo, o piloto da Lotus tentou retornar à corrida e acabou acertando o japonês, que sofreu danos em sua suspensão e abandonou.

“Infelizmente, foi Grosjean novamente. Primeiro a vítima foi Perez, agora Kobayashi”, bradou Sauber.

O chefe da Lotus, Eric Boullier, por outro lado, saiu em defesa de seu piloto e culpou a inexperiência pelos acidentes que têm marcado o retorno do francês de 26 anos à categoria.

“É o início da carreira dele e isso lhe dá o direito de errar. Não há desculpas, mas todos os pilotos ao seu redor fizeram milhares de quilômetros de testes e várias corridas. Ele ainda está em seu primeiro ano e acho que tem feito um grande trabalho considerando que é estreante”, afirmou ao L’Equipe.

Grosjean disputou sete corridas pela Renault em 2009 e faz sua reestreia na F-1 após a conquista da GP2 ano passado.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias