Petrov fica com vaga de Trulli e correrá em 2012 pela Caterham

Depois de ficar de fora da Lotus, russo disputará sua terceira temporada na F-1 ao lado de Heikki Kovalainen

Petrov correu na ex-Renault durante dois anos

A Caterham confirmou que Vitaly Petrov fará parte de sua dupla de pilotos ao lado de Heikki Kovalainen na temporada 2012. O russo fica com a vaga do italiano Jarno Trulli.

Como adiantado pelo jornalista, Petrov tinha um acordo com a equipe, mas problemas com o dinheiro dos patrocinadores russos fizeram com que o negócio demorasse para ser concretizado.

Com isso, o grid perde dois de seus mais veteranos membros em relação a 2011: Rubens Barrichello, que estava na F-1 desde 1993 e Trulli, na categoria desde 1997. O italiano, com passagens por Minardi, Prost, Jordan, Renault e Toyota, estava na Caterham desde sua fundação, em 2010.

Além disso, a saída de Trulli deixa a Itália sem representantes, uma vez que seu compatriota Vitantonio Liuzzi também perdeu sua vaga, na HRT.

“É um dia muito emocionante para mim. Gostaria de agradecer Tony [Fernandes, chefe da equipe], Kamarudin Meranun e SM Nasarudin por me dar essa oportunidade de entrar em uma equipe que estreou junto comigo e cresceu de um dos pequenos para uma força séria para glórias futuras”, afirmou o piloto.

Petrov fará sua terceira temporada na F-1, tendo corrido dois anos pela equipe Renault. Ano passado, o russo conquistou seu primeiro pódio na F-1, no GP da Austrália.

“A paixão e o espírito que Tony e toda a equipe têm de continuar seguindo adiante é contagiosa e estou honrado de poder unir-me a eles e fazer minha parte em ajudar a equipe a desafiar seriamente as equipes que estão à frente em 2012 e por muitas outras temporadas.”

A primeira experiência do russo com o novo carro será na semana que vem, nos testes de pré-temporada, que serão realizados em Barcelona.

“Tenho estado treinando duro por todo o inverno e estou pronto para voltar ao cockpit e trabalhar. Do que já vi, nosso novo carro é outro bom passo adiante em relação a 2011 e agora mal posso esperar para ver como ele se comportará em Barcelona. Também gostaria de usar essa oportunidade para agradecer todos meus fãs e parceiros pelo seu apoio e paciência.”

O chefe da equipe, Tony Fernandes, explicou a decisão de substituir Trulli.

“Chegamos a um acordo com Jarno para terminar nossa parceria com ele, mas ele sempre será parte da nossa família. Agora queremos integrar Vitaly o mais rápido possível na equipe e faremos tudo o que pudermos para dar-lhe boas-vindas, dar-lhe um carro com o qual possa mostrar suas habilidades e nos manter na linha de desenvolvimento que tivemos desde que éramos uma fábrica vazia com apenas quatro empregados até uma equipe de F-1 totalmente estabelecida em pouco mais de dois anos.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias