Petrov garante que tem contrato para ficar na Renault em 2012

Russo se diz tranquilo em entrevista exclusiva, mas Boullier lembra que "há cláusulas de saída em ambos os lados"

Petrov está tranquilo para 2012

Se há uma vaga concorrida na Fórmula 1 no momento, ela está na Renault. A equipe ainda não confirmou nenhum piloto para 2012 e o que não faltam são candidatos, que incluem os brasileiros Bruno Senna e Rubens Barrichello.

No entanto, o piloto titular na equipe nos dois últimos anos, Vitaly Petrov, mostrou confiança em entrevista exclusiva ao TotalRace de que está seguro em relação ao ano que vem.

Perguntado se sente-se ameaçado, o russo foi firme. “De jeito algum. Estou confortável, pois tenho contrato para o próximo ano.”

O próprio chefe de Petrov, Eric Boullier, admitiu que o russo tem contrato para 2012, mas salientou que isso não o garante na equipe.

“Você tem contratos, mas há algumas cláusulas de saída para todas as partes”, afirmou ao jornal britânico Daily Mail em setembro.

A grande questão para a equipe é a espera por Robert Kubica, que se recupera de lesões no braço e perna direitos sofridas em acidente de rali em fevereiro. O chefe da equipe afirmou na Coreia que a nova data limite para o polonês afirmar se volta ou não é “no final de outubro, talvez até mais.”

O francês, no entanto, indicou que pode até esperar mais tempo por Kubica. “Se Robert puder voltar para a Fórmula 1, quero que pilote para nós. Então tenho de lhe dar uma chance. Seremos flexíveis até o ponto em que não pudermos mais.”

(colaborou Felipe Motta, da Índia)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias