Pilotos aprovaram novos pneus, garante diretor da Pirelli

Paul Hembery afirma que, após quase 50.000km de testes, sensação é de maior previsibilidade, mas destgaste continua

As equipes testaram os novos Pirelli em Barcelona e Jerez

Depois de 12 dias e 49.987 quilômetros percorridos pelas equipes nos testes de pré-temporada, a Pirelli está confiante para sua segunda temporada na F-1 após um hiato de 20 anos. De acordo com o diretor esportivo da marca, Paul Hembery, os pneus desenvolvidos para este ano foram bem recebidos pelos pilotos.

“O retorno que tivemos foi muito positivo, os pilotos gostaram da aderência dos novos pneus e também do comportamento deles ser mais previsível e linear. Porém, por mais testes que sejam realizados, nada substitui a disputa em uma corrida e é por isso que estamos todos aguardando ansiosamente o GP da Austrália”.

Para 2012, a Pirelli buscou diminuir as diferenças entre os compostos em relação aos pneus usados ano passado, fazendo com que toda a escala ficasse mais macia. Nas simulações realizadas na Espanha, nos testes de Jerez e Barcelona, os “prediletos” das equipes foram os compostos que serão usados no primeiro GP do ano, na Austrália.

“Vimos longas simulações de corrida durante todos os quatro dias, com as equipes se concentrando principalmente nos pneus P Zero Amarelo (macio) e P Zero Branco (médio), e também foi bom que conseguimos finalmente obter alguns dados por conta do uso dos compostos de chuva. As equipes realmente estão aprendendo como utilizar nossos compostos para este ano.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias