Pilotos da Lotus lamentam intervenções do Safety Car

Räikkönen culpa pneu com 20 voltas a mais por não conseguir segurar o segundo lugar. Grosjean reclama de detritos

Räikkönen lidera Grosjean nas primeiras voltas

Kimi Räikkönen vinha em uma boa terceira posição após sair de oitavo até a quebra de Sebastian Vettel no fim da prova. O piloto perdeu sua vantagem e não foi chamado aos pits para trocar pneus, o que o fez ser atacado por Webber, Alonso e Hamilton, indo parar no quinto posto.

“Tentei segurar até o fim, mas meus pneus estavam 20 voltas mais velhos do que o do resto, foi impossível de segurá-los”, disse Kimi.

“Foi uma pena, porque a corrida foi muito boa até este ponto. Tínhamos um bom ritmo e parecia que estávamos preparados para ser segundo, mas corrida é assim às vezes. Agora já são três corridas que não tivemos o resultado que esperávamos, mas tomara que tenhamos mais sorte para voltar a andar mais à frente.”

Grosjean falou em corrida para esquecer, e culpou detritos por seu abandono há poucas voltas do fim da corrida.

“No fim da corrida perdemos um pedaço da asa dianteira e se tornou muito difícil de dirigir. No fim, abandonamos por razões de segurança. Não sabemos se foi causado por algum detrito ou porque é uma peça nova. Vamos trabalhar para entender o problema.”

“Antes disso, minha corrida não estava indo de acordo com o planejado, estávamos sofrendo com problemas nos pneus. Os Safety Cars não foram a nosso favor. Foi uma corrida para esquecer.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Kimi Raikkonen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias