Pilotos da McLaren acreditam que estão a meio segundo da Red Bull

Mesmo com Lewis Hamilton se colocando entre Webber e Vettel, dupla não vê melhora gritante no carro

Button não acredita estar mais perto da Red Bull

O fato de Lewis Hamilton ter terminado a sexta-feira a menos de um décimo de Mark Webber, entre as Red Bull, chegou a animar quem esperava um passeio do time austríaco. Mas Jenson Button logo colocou água no chope dos mais otimistas.

“Não acho que vimos nada que prove que estamos mais perto da Red Bull. Eles nunca mostram seu potencial nos treinos livres. Eu liderei na sexta-feira na Turquia, então acho que, na verdade, eles estão mais rápidos ainda que nós. Imagino que eles tenham pelo menos meio segundo de vantagem amanhã e tentaremos lutar na corrida.”

O inglês afirmou que ainda não se sente confortável em seu McLaren, que testou várias peças novas nos treinos de hoje.

"Não estou particularmente feliz com o equilíbrio do carro, a traseira está muito imprevisível, o que não é algo de que gosto e tenho que melhorar para amanhã. O ritmo de corrida está razoável, mas é a configuração que tem que melhorar.”

Na simulação de classificação que ambos os McLaren fizeram nesta sexta-feira, Button ficou mais de seis décimos atrás de seu companheiro, que saiu um pouco mais animado do carro, mas ainda assim não acredita que pode bater os Red Bull no GP da Espanha.

“Estamos tão competitivos quanto das demais corridas, mas não sabemos qual regime de motor e nível de combustível a Red Bull usou. E nos stints mais longos eles eram mais rápidos que nós. Acho que melhoramos algumas áreas, a asa dianteira funcionou de cara, mas teremos que ver amanhã o que acontece.”
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias