Pilotos esperam que disputa pelo título siga aberta

Alonso quer esperar até agosto, Raikkonen crê que relação de forças dependa do circuito e Hamilton alerta sobre abandonos

Três corridas, três vencedores diferentes, de equipes distintas. A temporada da Fórmula 1 começou bastante disputada e nem mesmo após vencer o GP da China com certa facilidade, Fernando Alonso se coloca como favorito ao título.

“Acho que é um pouco cedo para dizer”, afirmou o espanhol após chegar aos 42 pontos com a conquista na China, subindo para terceiro no campeonato. “Precisamos esperar até talvez agosto para ver quais os candidatos reais. Tomara que estejamos nesse grupo e que Felipe também esteja, o que significaria que o carro está bem. No momento, acho que Lotus, Red Bull e Mercedes estão na mesma posição que nós. Não vejo ninguém com uma vantagem clara.”

O líder da tabela é o atual tricampeão Sebastian Vettel, com 52. Para Alonso, a Red Bull do alemão tem a vantagem em classificação, mas a Ferrari consegue igualar o jogo na corrida, a exemplo da Lotus. “Talvez a Red Bull e a Mercedes tenham essa vantagem em uma volta lançada, mas aos domingos conseguimos nos aproximar – tanto nós, quanto a Lotus, que tem características parecidas. Somos uma equipe boa aos domingos: temos uma boa estratégia, um bom sistema de largada e creio que somos uma equipe bastante completa.”

Para Kimi Raikkonen, vice-líder do campeonato com 49 pontos, a tendência é que a relação de forças mude dependendo do circuito. “A cada corrida, uma equipe estará um pouco mais forte. Acho que as quatro equipes estão próximas. Quem fizer o melhor sábado e domingo vai vencer, então será interessante.”

Lewis Hamilton, quarto na tabela, com 40 pontos, chamou a atenção para a importância de pontuar constantemente, usando o exemplo do próprio Alonso, que abandonou o GP da Malásia. “Está um pouco aberto no momento. Obviamente Fernando está fazendo um grande trabalho, mas como vimos na última corrida, alguns de nós podem ter problemas no futuro.”

Para o espanhol, a tendência é que o ritmo de desenvolvimento seja fundamental para saber quem estará disputando o campeonato até o final. “Red Bull, Mercedes, Lotus e nós estamos um passo à frente dos demais e são essas equipes que vão desenvolver mais rapidamente seus carros. Nesse sentido, temos de nos preparar ao máximo na fábrica para seguir com um bom ritmo de evolução.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen , Fernando Alonso , Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias