Pilotos terão mais trabalho a partir de Silverstone, diz Sutil

Alemão da Force India aponta que carros ficarão muito mais instáveis nas freadas com as novas regras

Adrian Sutil em ação durante o GP da Europa

Uma coisa é certa: o fim dos difusores soprados fará os pilotos da Fórmula 1 trabalharem bastante a partir do GP da Inglaterra. A instabilidade dos carros deve tornar rodadas e saídas de pistas mais frequentes. É o que aponta o alemão Adrian Sutil, piloto da Force India.  “Nos já testamos o carro no simulador nessa nova configuração e ele ficou muito difícil de pilotar. A aderência da parte traseira sumiu completamente”, admitiu.

Falando ao TotalRace, Sutil revelou que o principal desafio dos pilotos será nas freadas: “o carro fica instável demais, tanto faz se for na entrada das curvas de baixa ou de alta velocidade. Talvez você sinta a diferença de forma mais clara nas curvas de alta, porque sem pressão aerodinâmica você vai bem mais devagar. Nas de baixa a diferença de velocidade não é tão significativa. Mas você sente em todas as freadas. O carro simplesmente escorrega mais”, explicou.

Ao invés de reorganizar a ordem das equipes de ponta, Sutil acredita que o banimento do dispositivo vai é aumentar o abismo que as separa do pelotão intermediário. “Com certeza é uma vantagem para as grandes equipes. Elas precisam de menos tempo que a gente para se adaptar a qualquer tipo de mudança. Mas tenho certeza que vai dar para encontrar uma maneira de compensar. Provavelmente buscando desenvolver outros aspectos da aerodinâmica do carro”, analisou o alemão.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Adrian Sutil
Tipo de artigo Últimas notícias