Pirelli comemora corrida ganha na estratégia

O diretor esportivo da marca, Paul Hembery, destaca luta por posições até as últimas voltas do GP da China

Michael Schumacher e Fernando Alonso protagonizaram um dos grandes pegas do GP da China

Nas três primeiras etapas do campeonato 2011 da Fórmula 1, não tivemos nenhum Safety Car ou chuva. E mesmo assim as corridas estão ficando cada vez mais emocionantes – mesmo que imaginar algo mais movimentado e intrigante que este último Grande Prêmio da China seja difícil.

E toda essa confusão de diferentes estratégias pode ser o pesadelo das equipes, como a Red Bull descobriu no último domingo, mas é a realização da meta da Pirelli em retorno à categoria depois de vinte anos de ausência.

Falando ao TotalRace logo após a prova da China, o diretor esportivo da marca, Paul Hembery, se mostrou animado com disputas como de Jenson Button e Mark Webber. Nas voltas finais, o australiano, com pneus macios relativamente novos, ultrapassou o inglês, que tinha duros bem gastos.

“É isso que queremos ver, porque a corrida vale até a última volta. É para isso que fizemos estes pneus”.

Hembery só teme que as equipes se adaptem tão rapidamente aos pneus que eles se tornem menos efetivos em sua missão de dar mais emoção ao espetáculo.

“O que não queremos é que todos adotem a mesma estratégia. Aí teremos que mudar os pneus de novo”, garante.

“Vimos estratégias diferentes, com a McLaren fazendo três paradas e a Red Bull chegando perto da vitória com duas. Comparando com a Malásia, tivemos muito menos degradação, com alguns pilotos conseguindo fazer até mais que vinte voltas com o pneu duro”, Hembery declarou por meio da assessoria de imprensa da Pirelli.

O diretor esportivo aproveitou para destacar a menor quantidade de detritos de pneus na pista, que geraram muita reclamação na corrida anterior. Claro que, com o menor desgaste, havia menos borracha solta fora do traçado.

“Ficou claro que esta corrida foi ganha e perdida na estratégia de pneus, e quem cuidou melhor de sua borracha conseguiu os melhores resultados”, concluiu.

(colaborou Felipe Motta, de Xangai)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Tipo de artigo Últimas notícias